INÍCIO      TIRINHAS      OWNNN       UTILIDADE      SOBRE      CONTATO   

6 Razões para se ter um gato


17.OUT.14 // SEX // UTILIDADE

Antes de mais nada, eu acho muito triste que existam crianças que cresçam sem um bichinho de estimação... A História do Mimi me fez pensar em como eu poderia convencer mães a deixarem seus filhos terem gatos... 

Chame sua mãe e faça-a ler tudinho:


Pois é... Segundo essa matéria do Telegraph, foram avaliados donos de gatos, de cachorros e pessoas que não tem animal e, obviamente, os donos de gatos se sairam melhor. Resta saber se a pessoa tem um gato porque é mais inteligente ou é mais inteligente porque tem um gato.


   



 

Feliz dia das Crianças!


12.OUT.14 // DOM // OWNNN


   


Novas Sete Curiosidades sobre gatos!


11.OUT.14 // SÁB // UTILIDADE

1 - American Cat!

Gatos são os animais de estimação mais populares nos Estados Unidos, existem 73 milhões de gatos de estimação contra 63 milhões de cachorros.
É curioso se você levar em conta que raramente o protagonista de um filme ou seriado americano tem um gato.


2 - Deusa Bastet

Os egípcios adoravam uma deusa chamada Bastet, que tinha corpo de mulher e a cabeça de gato. Eles acreditavam que ela era a deusa da fertilidade e protetora das mulheres!


3 - Gatos psíquicos

Segundo uma pesquisa feita na Europa, um terço dos donos de gatos acreditam que eles tem o poder de ler a mente dos humanos... Os participantes da pesquisa deram exemplos como "você pode ir à cozinha dezenas de vezes durante o dia, o gato só vai acompanhar você naquela vez que você está indo para por comida para ele".


4 - Gato Preto da Sorte

Apesar de aqui nas Américas e em muitas partes da Europa o gato preto ser considerado - pelos ignorantes - um símbolo do azar, na Grã Bretanha e na Austrália gatos pretos são considerados animais de sorte. O Bilbo e o Salalá estão pensando em mudar para lá.


5 - Towser, o exterminador

Na Escócia foi erguida uma estátua comemorativa em homenagem a um gato chamado Towser, que reza a lenda, capturou 30.000 ratos durante sua vida! Fiz uma conta rápida aqui e, se ele viveu 24 anos, pra atingir esse pródigo número deve ter caçado cerca de quatro ratos por dia sem parar... Será?


6 - Cuidados com a comida

Nunca dê ao seu gato cebola, alho, tomates verdes, batatas cruas, chocolate, uvas e passas, pois fazem mal para eles. Embora o leite não seja tóxico, leite de vaca não misturado com água pode soltar o intestino e deixá-lo meio abatido.


7 - Recordista em queda livre

O gato que mantém o recorde de queda não fatal se chama Andy, ele caiu do décimo sexto andar de um prédio, cerca de 60 metros de altura, e sobveviveu!


Primeira e Segunda partes:

 

 


   


Eleanor Farjeon


29.SET.14 // SEG // OWNNN

"Me dá calafrios quando o gato vê algo que eu não vejo!"


   



 

A origem do gato doméstico


26.SET.14 // SEX // UTILIDADE

Como surgiram os bichanos, e como eles se aliaram aos seres humanos?

Começamos a história com o Proailurus, que viveu na Europa mais ou menos 25 milhões de anos atrás. Ele pesava cerca de 20kg e, segundo estudos genéticos, ele é o ancestral de todos os felinos que nós conhecemos hoje, do maior dos tigres ao menor dos gatinhos domésticos.

De lá pra cá, gerações e gerações de gatos foram se desenvolvendo, mudando e se adaptando ao ambiente, até chegarmos ao mais recente decendente do gatinho que talvez esteja aí deitado no seu colo enquanto você lê essa matéria.

Domesticação

A domesticação começou cerca de 10 mil anos atrás, com o gato selvagem africano, que apesar do nome, vivia também no Oriente Médio. E foi lá que os primeiros relatos de convívio com os gatos aparecem. 

Logo que o homem descobriu que podia armazenar comida, ele criou um novo problema: roedores começaram a invadir suas casas e depósitos e roubar os vegetais estocados.

Acredita-se que, ao contrário dos cães que muito provavelmente foram convidados a morar com humanos, os gatos abriram espaço eles próprios tirando proveito dessa situação. Como as cidades humanas estavam se tornando verdadeiros depósitos de roedores, os gatos acabaram migrando para lá. E como esse serviço prestado era muito bem vindo pelos humanos, os gatos não eram enxotados.

Os gatos que eram muito bravos e atacavam humanos tinham mais chances de serem enxotados ou mortos, enquanto os mais mansinhos iam ganhando espaço. Esse processo de seleção artificial - descartar gatos bravos, ficar com gatos mansos - foi, ao longo das gerações, moldando os gatos que nós temos hoje.

Porém, ao contrário dos cães da época, os gatos não eram alimentados pelos humanos, afinal se fossem alimentados não caçariam os ratos. Por conta disso os bichanos nunca perderam o instinto de caça e sobrevivência. Ainda hoje, um gato de rua se vira muito melhor do que um cão de rua, embora a situação dos dois seja triste e não deveria acontecer.

A origem das raças de gatos

Vimos ali atrás que os gatos mansos foram ganhando espaço através da seleção artificial. Foi também através da seleção artificial que as raças dos gatos foram sendo geradas.

Para ilustrar melhor esse caminho, vou contar a história do Sphynx, que é aquele gato sem pêlos. Ele é uma das raças mais novas de gatos, tendo sido reconhecida em 1998 apenas.

A origem deles é bem simples, na natureza volta e meia nasce um animal com alguma mutação genética, mesmo em humanos: crianças de cabelo branco, muito peludas, sem pelo nenhum, albinas, etc... Eis que em 1975 um gato no Canadá, por uma mutação dessas, nasceu sem pêlos.

Até aí, ok, era uma mutação natural. Porém, quando esse gato cresceu, ao cruzar com outras gatas, alguns dos filhotes nasceram sem pelos também. Os fazendeiros proprietários dos gatos começaram a separadamente cruzar apenas esses gatos sem pelos, irmão com irmã, mãe com filho, etc... E assim essa raça nova foi surgindo, todo o Sphynx é descendente desse primeiro gato que nasceu em 1975.

É por isso inclusive que os gatos (e cães) de raça costumam ter muitos problemas e doenças. Todos eles em suas origens são o resultado de cruzamento de familiares próximos, reduzindo a diversidade genética e assim aumentando a quantidade de problemas.


   


George Will


22.SET.14 // SEG // OWNNN

"O termo gato doméstico é uma contradição por si só!"


   


1 2 3 4 5 ... próxima » última »

Redes Sociais





Anúncio



E mais:

 O que eu também não entendo  Simon´s Cat 2 - Me Deixa Entrar!  Bom Dia!  O melhor de Maio!

Anúncio



 

Niniô Recomenda:
:: contato  Patas e Amor - Para todos aqueles que amam os cães
:: sobre  MePixa! Blog - Dicas do dia a dia computadores e smartphones
:: política de privacidade   
 Life Break - Consultoria em qualidade de vida
MePixa! - Desenvolvimento de Websites e Aplicativos para smartphones